Andorra

Andorra 2017-07-07T12:11:31+00:00

Uhuuu Chegamos em Andorra!

24/07 – Depois de pedalar num calor de 40 graus (sem sacanagem), chegamos em Andorra, mais um país. Sim, Andorra é hoje um país próspero principalmente devido ao crescimento do turismo e por seu status de paraíso fiscal. Atualmente, a população andorrana está listada como tendo a maior expectativa de vida do mundo, com média de 83,52 anos. Pesquisei no google, é tipo o Paraguai.

Aqui tem tudo o que você procura, é o paraíso dos consumistas. Compramos um celular novo, um carregador solar e uma caixinha de som, tava difícil ficar muito tempo sem ouvir música, passava 3 dias com a mesma musica na cabeça e eram musicas do estilo “erguei as mãos e dai gloria a Deus…” , nem curto muito Padre Marcelo Rossi, ficava somente com esse trecho na cabeça.

No caminho encontramos dois cicloviajantes poloneses, um neto e um avô, (Jerzy e Karol). Muito engraçado os dois, o velho é forte demais, eles já pedalaram 7.000km em 70 dias, eles são monstros demais, e as bikes são muito carregadas. Acampamos juntos, pena que eles saíram cedinho. Amanhã rumo a França. Vixe!

27/07 – Ainda em Andorra conhecemos o Henry, um brasileiro viajante de Santa Catarina. Esta mochilando pela Europa e em outubro vai pra Ásia. Muito gente boa, esperamos reencontra-lo por aí. Passamos pelo outro lado de Andorra, é um país muito lindo, tem esportes radicais para todos os lados, no inverno o que comanda é o ski, tem muitas estações.

Haviam dois caminhos para entrar na França: um, era pelo túnel, 4km de reta o outro era 11km de subida extrema. Qual foi o caminho escolhido? O segundo, porque o primeiro era proibido passar de bike, porque os carros andam muito rápido e é perigoso. Ok. Fomos enfrentar a subida. Eu estava mega indisposta e de TPM, tava brava por não poder passar pelo túnel. Subimos, subimos, até encontrar as nuvens. Começou a ficar tudo branco e gelado. Apesar da dificuldade, foi emocionante, me deu aquela euforia que senti nas montanhas dos Picos da Europa. Comecei a ficar fraca, com fome. Paramos para comer num visual bem incomum. Enfim chegamos a 2.408m de altitude. A descida é uma delícia, só que fazia tremendo frio. Chegamos na fronteira, tinha um policial de Andorra e um policial francês muito simpáticos. Trocamos algumas ideias, pegaram nosso passaporte para olhar. Perguntamos como faríamos para ficar mais 3 meses na Europa, eles pegaram nosso passaporte e carimbaram com a data atual, ou seja, podemos ficar mais 3 meses por aqui, yessssss!!!!! A subida valeu a pena! Já era a noite quando entramos na França. Não tinha a placa da França para fazermos a foto :/. Conseguimos encontrar um camping municipal baratinho.

Post Anterior
Próximo Post